FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos / Dióxido de Carbono Sólido (Gelo Seco) .

O gelo seco não é mais que CO2 no estado sólido compactado na forma de pequenos cilindros, encontra-se a cerca de -80 ºC. Ao sublimar, o gelo seco não deixa resíduos, pois transforma-se diretamente em CO2 , o mesmo produto que é utilizado para carbonar as bebidas com gás, libertando três vezes mais frio que o mesmo volume de gelo hídrico e a uma temperatura muito mais baixa. Deste modo, não são necessárias grandes quantidades de gelo seco para produzir frio. Em condições favoráveis e em caixas isotérmicas adequadas, 20 kg podem ser suficientes para manter alimentos congelados durante uma semana.

A sua elevada densidade permite ainda ocupar pouco espaço, o que torna muito usado no transporte de produtos. A sua forma compactada em "pellets" ou em "nuggets" torna-o, também, num produto fácil de manipular e de aplicação imediata, o que associado à rapidez e ao elevado poder de refrigeração que lhe é característico, permite uma enorme variedade de utilizações no domínio do frio. Por outro lado, a libertação de uma atmosfera de CO2 gasoso, quando da sua sublimação, confere ao gelo seco propriedades bacteriostáticas e fungistáticas, o que significa que este tem a capacidade não só de "produzir frio" como ainda de inibir o desenvolvimento de microrganismos.

Inicio
Servišo de entrega
Formas de pagamento

© Copyright 2006-2010 DRYICE.COM.BR .Todos os direitos reservados.